Acesso à informação

Stewardship em hospitais: melhorando o gerenciamento do uso dos antimicrobianos por meio da educação e da implementação de intervenções eficazes

 

Antimicrobial stewardship in hospitals: Improving outcomes through better education and implementation of effective interventions

  

Atualmente, a resistência microbiana aos antimicrobianos é uma das maiores preocupações globais em saúde pública, uma vez que antimicrobianos muito utilizados no tratamento de milhões de pessoas pelo mundo estão se tornando ineficazes, gerando uma série de consequências diretas e indiretas como, por exemplo, o aumento da taxa de mortalidade, a permanência prolongada no ambiente hospitalar e a ineficácia dos tratamentos preventivos que comprometem a saúde de toda a população.

O controle da emergência e da propagação de bactérias resistentes aos antimicrobianos exige uma abordagem conjunta e articulada de vários segmentos governamentais, dos profissionais de saúde e de toda sociedade.

Nesse sentido, a Gerência de Vigilância e Monitoramento em Serviços de Saúde (GVIMS) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou em 2017, a Diretriz Nacional para Elaboração de Programa de Gerenciamento do Uso de Antimicrobianos em Serviços de Saúde.

Em 2018, a Dra. Sylvia Lemos Hinrichsen, médica infectologista e professora da O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. Federal de Pernambuco, que colaborou na elaboração da Diretriz Nacional, sinalizou a oportunidade de uma parceria internacional entre a Anvisa e a British Society for Antimicrobial Chemotherapy (BSAC) para viabilização de um curso sobre gerenciamento de uso de antimicrobianos (Stewardship).

A BSAC foi fundada em 1971 e possui mais de 700 membros em todo o mundo. Sua missão é facilitar a aquisição e disseminação de conhecimento no campo da quimioterapia antimicrobiana. Atua por meio de uma série de iniciativas educacionais, dentre outras, oferecendo aconselhamento ao governo, a seus membros, à ampla classe médica e ao público em questões, relacionadas a agentes antimicrobianos, ao uso adequado e prudente de antibióticos e à gestão de infecções adquiridas nos serviços de saúde e na comunidade.

A formação proposta pela parceria inclui uma gama diversificada de conteúdos e métodos, desde o curso presencial: Stewardship em hospitais: Melhorando o gerenciamento do uso dos antimicrobianos por meio da educação e da implementação de intervenções eficazes, que foi realizado nos dias 10 e 11 de junho de 2019 em Brasília-DF, a métodos de e-learning, sendo o mais bem-sucedido um curso aberto gratuito (Massive Open Online Courses – MOOC), disponível em 4 idiomas e que está sendo traduzido para o português e logo estará disponível.

 

O curso presencial: Stewardship em hospitais: Melhorando o gerenciamento do uso dos antimicrobianos por meio da educação e da implementação de intervenções eficazes foi ministrado por especialistas da British Society for Antimicrobial Chemotherapy e de instituições brasileiras com vasta experiência em prática de Stewardship em hospitais:

 

  • Gavin Barlow, consultor médico da BSAC.
  • Ivan Leonardo Avelino França e Silva, médico infectologista do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, diretor do Departamento de Infectologia, coordenador do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar e gerente de risco do Hospital A.C. Camargo. 
  • Marcos Antonio Cavalcanti Gallindo, médico especialista em cardiologia e medicina intensiva.  
  • Mark Gilchrist, consultor farmacêutico da BSAC.
  • Philip Howard, consultor farmacêutico e presidente da BSAC.
  • Sylvia Lemos Hinrichsen, médica infectologista, professora titular do Centro de Ciências da Saúde, área de Doenças Infecciosas e Parasitárias, da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE. 

Participaram do curso 120 profissionais de saúde de todos os estados do país, sendo em sua maioria médicos infectologistas, farmacêuticos, enfermeiros e microbiologistas.

A Gerência de Vigilância e Monitoramento em Serviços de Saúde agradece à British Society for Antimicrobial Chemotherapy (BSAC) pela importante parceria, à Diretoria da Anvisa pelo apoio que possibilitou a realização deste curso, à Dra. Sylvia Lemos Hinrichsen pela interlocução que auxiliou na viabilização dessa capacitação no Brasil, a todos os professores que ministraram excelentes palestras e a todos os convidados que contribuíram para o sucesso do evento.